sexta-feira, junho 21, 2013

"Palavras ao vento"

Pegou sua história e colocou-a na vida de outra pessoa,cobriu-se com uma máscara e saiu falando como se seus erros e falsidades pertencessem à alguém que não tinha nenhuma ligação. Não pensando nas possíveis consequências,simplesmente disse,porém,logo a frente escorregou em um tapete vermelho,tapete este que foi fabricado por suas próprias mentiras e grosserias, em momento algum ela pensou que isso aconteceria, porém, foi traída por sua própria maldade,todos que estavam ao seu redor eram conhecedor da história que ela inventara e não quis ajudá-la, mas, o que ninguém esperava era que a maior vítima de tudo isso a estendesse a mão e falasse "VENHA,EU TE AJUDO,AFINAL,A VERGONHA É SUA E NÃO MINHA,POIS TODOS SABEM QUE O QUE VOCÊ FALOU SÃO PROPRIEDADES SUAS!". A mentirosa não aceitou ajudas, preferiu ficar com seu orgulho e continuou caída e esperou para que todos saíssem e ela pudesse se levantar e jogar no primeiro lixo a máscara que usou por tanto tempo. P.H.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário